quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Perder-te, é o mais temível dos meus medos

Resultado de imagem para imagens de abandono

Neste baloiço onde tantas vezes andámos 
Sorrimos, brincámos, trocámos segredos
Abri o meu coração de tantos degredos
Serei sempre leal e grata ao que passámos 
Perder-te, é o mais temível dos meus medos

sábado, 20 de agosto de 2016

Sinto-te tão meu, ao mesmo tempo tão distante


O dia  acabou, no meu canto  continuei  sozinha
Esperava a tua visita ao meu castelo encantado
Teu sorriso, tuas palavras, até teu beijo marcado
Meus olhos imaginam e minha mente  acarinha

Sinto-te tão meu, ao mesmo tempo tão distante
Que já não me observas como o fazias outrora 
Meu olhar enfraqueceu  por te sentir ir embora
Sinto que a distancia é minha inimiga constante.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

A tua voz enlouquecida me dizia


Em noite escura e tranquila, sentia
O sussurrar do teu corpo, no meu
Tua voz enlouquecida que me dizia 
Palavras tão lindas. Meu corpo tremeu

Sentia-te percorrer ávido, serenamente
Como uma  pena de  alba candura
Meus sentidos despertavam ardentemente
Ao sentir-te em mim... Quanta ternura.