quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Teus lábios, duas rosas púrpura de carinho

.
Teus lábios, duas rosas púrpura de carinho
Sedução de aroma em teu rosto trigueiro
Onde quero depositar um mélico beijinho
De tantos, sintas, como sendo o Primeiro
.
Quero olhar-te e nesse beijo sensibilizado
Dado em teu rosto que adorna a vivência
Doce aroma da rosa em gesto perfumado
Amar-te para sempre em doce existência
.
E num abraço que reflicta o céu e a flor
Sem falas, ter teu  corpo que  docemente
Aperto em  mim, dizendo-te: Meu amor
Beijar-te, como  à rosa,  carinhosamente
.

10 comentários:

  1. Que lindo! Tanta ternura e amor... bela poesia.
    A vc uma alegre quinta-feira.

    Beijos

    http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Poema muito sedutor. Lindo de mais

    Abraço Gil

    ResponderEliminar
  3. Fiquei fascinada com tão belo e meigo poema. A imagem enche o coração
    .
    Deixo uma caricia.

    ResponderEliminar
  4. Poema simplesmente maravilhoso, terno e carinhoso. Amei

    Parabéns Gil António.
    Bjos

    ResponderEliminar
  5. Quanta ternura se encontra neste brilhante Poema!
    Adorei.

    Beijinhos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Tão doce e tão carinhoso
    Um encanto este poema
    Beijokas com carinho

    ResponderEliminar
  7. Labios que destilan sensualidad para besar el alma.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  8. Labios que destilan sensualidad para besar el alma.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, poema lindo repleto de doçura amorosa.
    Resto de boa semana,
    AG

    ResponderEliminar

Mensagens populares