sábado, 20 de agosto de 2016

Sinto-te tão meu, ao mesmo tempo tão distante


O dia  acabou, no meu canto  continuei  sozinha
Esperava a tua visita ao meu castelo encantado
Teu sorriso, tuas palavras, até teu beijo marcado
Meus olhos imaginam e minha mente  acarinha

Sinto-te tão meu, ao mesmo tempo tão distante
Que já não me observas como o fazias outrora 
Meu olhar enfraqueceu  por te sentir ir embora
Sinto que a distancia é minha inimiga constante.

12 comentários:

  1. Sempre tão lindo aqui! Ótimo domingo! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Bonito poema de amor desencantado, quando o encantamento do outro é fugidio como a lebre nos campos.

    bj

    ResponderEliminar
  3. Que lindo, embora triste, por ver o amor indo embora!
    Amei ler, tenhas um lindo domingo!

    ResponderEliminar
  4. Vc retratou meus sentimentos... lindo poema.
    A vc, uma semana de paz e luz.

    Beijos

    https://odiariodaescrava.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  5. Lindíssimo poema....
    As notas tristes do afastamento da pessoa amada é dor sentida... onde vamos a cada dia, sentindo o afastamento, o distanciamento aumentar.
    E você conseguiu retratar isso de forma muito poética...
    Parabéns!!!

    ResponderEliminar
  6. Acontece que por vezes a distância possa causar danos e fissuras em relacionamentos, bjs amiga, gostei...

    ResponderEliminar
  7. Tão nostálgico e tão belo.
    A distância é sempre tão dificil para quem ama.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  8. Há distância também na presença! Lindo poema!

    www.ocasuloealarva.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, lindo poema e tão real, nada é perfeito e tudo muda, por vezes a distancia deixa de existir.
    Boa semana,
    AG

    ResponderEliminar

Mensagens populares