sábado, 4 de junho de 2016

Enquanto a noite dorme.

Enquanto a  noite dorme e se faz silêncio 
Leio a carta que me escreveste com frieza
Rolam  as lágrimas amargas, que silencio 
E dentro do meu coração inunda a tristeza 
.
Noite  escura e lembranças que fazem doer
Quanta dureza existe em certas horas do dia
Não existe coração que mereça assim sofrer
Quando do nada lhe é ceifada toda a alegria
...

9 comentários:

  1. Maria dos Anjos... é sempre um prazer vir aqui e ler tuas quadras!!
    Mesmo que seja um poema triste, tua tristeza toca teus leitores!!!
    A pior coisa do mundo é mesmo receber uma má notícia, principalmente aquela... a do término de um amor!
    Lindo poema, mesmo carregando notas e tons de tristeza!!!

    ResponderEliminar
  2. A noite trás muitas vezes consigo memórias de outros tempos.
    Notálgico e belo.
    beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  3. ...Triste, mas lindo!

    Continuação de um bom Domingo.
    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Vim deixar um beijinho e meus desejos de uma semana feliz e abençoada para todos e todas do blog!!!

    ResponderEliminar
  5. Realmente não existe coração que mereça assim sofrer... mas o sofrimento gera versos tão lindos...
    Para vc uma semana de alegrias, luz, paz e amor.

    Beijos

    http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Uma carta que mudou toda uma vida.
    Gostei muito desta sua poesia.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Lindas quadras. Passando para lhe desejar , um ótimo domingo e maravilhosa semana a você. Bjs

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde, ninguém merece o sofrimento, as lágrimas devem de ser de de felicidade.
    Semana feliz,
    AG

    ResponderEliminar