quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Recebi o teu abraço na carência do desejo

..............................................
Recebi o teu abraço na carência do desejo
Estremeci. Tombaram sobre meu coração
Lágrimas que trazias no sabor d'um beijo
Que me deste na sensibilidade da paixão
Mélico  carinho que de ti recebi e te dei
Peito apertado nesse abraço tão ansiado
Bebi as gotas que da tua alma, enxuguei
Ficando em mim teu coração, guardado
....................

8 comentários:

  1. Poema muito terno, apaixonante!

    Beijinhos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. "Bebi as gotas que da tua alma, enxuguei
    Ficando em mim teu coração, guardado"


    Lindo demais!
    Parabéns por tão belos versos.

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Delicia de poema... Abraços carentes caem sempre bem.
    Amei

    Beijos Gil

    ResponderEliminar
  4. Lindo poema...onde a carência foi o claro componente do amor...
    Lindo demaisss...!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar

Mensagens populares