quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Corpo esbelto em espírito atrevido

.........................
Corpo esbelto em espírito atrevido
Curvas de luxuria, beleza, sedução
Mexem com todo o meu sentido
No delírio da minha imaginação

Faço do teu corpo, minha redenção
Vives em ternura dentro do meu ser
És a fonte, água pura, fresca sedução
Que me sacia, me dá vida, faz viver

A luz, meu querer, minha apetência
Fazes do carinho o nosso momento
Doce desejo, o brilho, dor e carência
Estrela que ilumina meu pensamento
.......

14 comentários:

  1. Poema muito sedutor. Digo mesmo, brilhante a nível erótico
    Jinhos

    ResponderEliminar
  2. Parabéns amigo Gil
    Tu, como sempre, és o perfume principal deste blogue... Amei o poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Muito lindo poema, parabéns ao poeta Gil António!
    Abraços aos dois: Gil e Maria!

    ResponderEliminar
  4. Sempre arrasando na sedução das suas palavras, arrasou neste
    lindo poema sucesso.
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Lindo poema... parabéns!

    Beijo

    http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Uau... poema muito lindo e intenso de sentimentos, gostei demais.

    Beijos e parabéns.

    ResponderEliminar
  7. Apaixonante...poema apaixonadamente romântico e carinhoso!!!
    Uma pérola de ternura...
    Parabéns António Gil!!!

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde, o poema encanta, revela enorme sentimento de amor, é forte.


    foi-se
    o amor
    a foice
    do medo
    me perseguia
    e parecia querer matar
    meus bons pensamentos
    flores murchas
    jardim sem vida
    tudo culpa
    do teu desamor
    que me
    desarmou
    por inteiro.


    Bom fim de semana
    AG

    ResponderEliminar
  9. Poema do tipo cartilha.. Para ler e aprender a escrever poemas.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  10. Um poema intenso e arrebatador , parabéns Gil.


    Um beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. A mulher é, invariavelmente, a maior fonte de inspiração...

    ResponderEliminar
  12. Belíssimo poema, onde as palavras exultam o amor e a paixão.
    Parabéns ao Gil.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  13. Nos versos da entrega eis que surge as rimas das carícias.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar

Mensagens populares